Foco de Pestilência #025 – Necromancia

capa-25


Olá, sumidos, digo, crianças do Abismo! Está no ar o Foco de Pestilência #25

Depois de uma longa experência no além, o Foco de Pestilência volta do vale das sobras da morte em um programa fantástico sobre aquilo que todo mundo ama (mesmo que não saiba): NECROMANCIA!

Flavio Watson e seus comparsas Sr. Feliciano, Pietro e Pêu recebem novamente o Sr. Wilson e Eduardo Régis que exploram profundamente os abismos das tradições necromânticas, desde a antiguidade grega até os dias de hoje e revelam as relações entre os papiros egípcios, os ventrílocos gregos e as relíquias católicas e avisam, o Brasil é uma nação necromântica.

.

Vírgula Sonora: Liber AL II:72. “Strive ever to more! and if thou art truly mine — and doubt it not, an if thou art ever joyous! — death is the crown of all.
(Tradução: “Esforça-te cada vez mais! e se tu és verdadeiramente meu – e não duvides disto, e se tu és sempre jubiloso! – morte é a coroa de tudo.” – Trad. Arnaldo Lucchesi Cardoso e Jonatas Lacerda, Espaço Novo Aeon

.

Referências:

(foram citados muitos autores e livros, vamos atualizando o post com o tempo.)

.

Créditos:
Edição: Levy Fernandes
Tema de Abertura: Egberto Pujol
Música de background: synx & ParanorMeow – Falling
Vírgulas Sonoras: Gravadas por Steven Ashe. Áudio completo em https://www.youtube.com/watch?v=LFt2mVWjBAw.

15 comentários em “Foco de Pestilência #025 – Necromancia

  1. Depois dos comentários sobre a União Soviética, fiquei encucado. Teriam as pessoas que alegam abdução apenas sido invocadas pelos espiritos soviéticos?

  2. Parabéns pelo retorno, pensei que comentar o Livro da Lei tinha acabado o Foco de PestilênciaVcs terão de fazer uma parte dois, faltou citar A teurgia de Martinez de Pasquali (que buscava a iluminação), a Blavastsky também enfiou o pé nessa praia, teve a famosa invocação de Apolônio de Tiana feita por Eliphas Levi. E a necromancia que está infiltrada em todos os recantos da cultura brasileira é a da umbanda, que toma conta até do movimento neopentecostais. Aliás não ter apontado a influência da necromancia nas igrejas evangélicas foi fugir da treta. Por falar em treta o povo da palavra perdida também possui algumas monografias sobre necromancia, obviamente não usam este termo porque o primeiro Imperador era um anglicano carolão que escrevia para americanos cheios de medinho, tudo b#^*@ m@!&.

  3. Estou aguardando ansiosamente vocês colocarem as referências, o trabalho de pesquisa para esse cast foi fantástico e vocês citaram muitos autores e trabalhos interessantes, estou louco para conferi-los também. Acho que esse é um dos meus programas preferidos, obrigado!

  4. Fazes o que tu queres,há de ser tudo da lei!
    Quando vcs irão fazer um novo programa?
    Sinto muita falta!
    Seria muito interessante um programa sobre bruxaria tradicional,abordando a vertente ibérica,Cultus sabbati,Clã de Tubalcain e etc…
    Para complementar essa entrada no campo da necromancia e também por ser algo que gradativamente vem ganhando espaço e material aqui na nossa terra!
    Tem o Draku Qayin e muitos outros,que pelo que vejo na internet,são bem disponíveis a entrevistas.
    Também temos a Quelimath,o Jaiadeva Seus,Everson Romero…
    Aguardo ansiosamente um novo programa!

    93

  5. Olá, queridos! Estou com saudade de vocês!
    Sou curiosa dos assuntos abordados pelo Foco de Pestilência e devo confessar que este podcast foi responsável por me libertar de preconceito a respeito do Crowley, da umbanda e a da magia em geral. Posso não praticar e nem concordar com tudo, mas hoje respeito a opinião e a forma de entender a vida que outras pessoas têm, graças à iniciativa de vocês. Peço encarecidamente que prossigam com essa jornada. Esse podcast tem sido muito importante, mesmo para quem não está por inteiro no “rolê da magia”.
    Voltem o quanto antes! Estamos ansiosos por novas tretas e conhecimentos!

    1. Oi Laura! Obrigado pelo seu comentário! Não paramos de publicar voluntariamente; estamos atualmente com falta de pessoal para o trabalho de bastidores. Retornaremos assim que possível!

  6. 93!
    E aí pessoal, o projeto parou? Poxa é legal pra caramba, e muitos estão órfãos de um espaço para debater magia.
    Sei que problemas devem ter surgido mas o show deve continuar!!!!

    1. Oi Haroldo! Sim, nossa arte de podcast não foi páreo para os problemas que surgiram. Não estamos parados voluntariamente; estamos resolvendo problemas práticos/técnicos de bastidores.

Deixe uma resposta